O que é coworking e como ele pode impulsionar sua empresa?

Com a crise provocada pelo coronavírus, muitas empresas tiveram que adaptar sua rotina às pressas, pulverizando o local de trabalho e digitalizando os fluxos para continuar gerando resultados. Agora, passado alguns meses do início da pandemia, muitas delas têm avaliado a possibilidade fazer ajustes em seu funcionamento para manter a sustentabilidade do negócio no futuro. Se este é o seu caso, é provável que o coworking seja o melhor modelo para o seu negócio.

Porém, antes de saber por que os escritórios compartilhados são uma ótima alternativa para substituir o seu atual local de trabalho, é preciso entender o que são, como funcionam e onde surgiram estes espaços colaborativos criados para proporcionar o melhor ambiente de trabalho pelo menor custo possível, além de serem espaços de convivência e troca de experiência entre profissionais com as mais variadas trajetórias. Confira:

O QUE É COWORKING E COMO FUNCIONA?

Por definição, o termo coworking representa um espaço de trabalho compartilhado por profissionais autônomos e empresas de todos os portes e diferentes especialidades, que dividem a ocupação e os custos de manutenção do local. Este tipo de escritório também é conhecido por ser um ambiente de troca de experiência entre coworkers de atuações e origens diferentes, que formam uma rede de contatos e, muitas vezes, fecham novos negócios entre si.

Cada espaço de coworking costuma ter suas peculiaridades, mas a maioria oferece a empresas, empreendedores e profissionais autônomos a possibilidade de alugar, por hora ou períodos mais longos, mesas para montagem de estação de trabalho, salas privativas para reuniões ou espaços para abrigar eventos ou produzir vídeos, sejam eles ao vivo ou não. Por regra, cada coworker tem ainda o direito de usufruir de todo o ambiente coletivo do espaço, como cozinha, banheiros e área comum.

Além disso, os coworkings também funcionam como verdadeiros escritórios virtuais, proporcionando serviços básicos como linha telefônica (com transmissão de recados), administração de correspondência e até a possibilidade de uso do endereço como domicílio fiscal da empresa, entre outros serviços que podem ser contratados pelo cliente à parte, sem a necessidade de locação de posição de trabalho no escritório. Para mais informações sobre os serviços oferecidos pelo Oficina Coworking, clique aqui.

COMO SURGIU O CONCEITO?

As fontes são divergentes, mas é muito provável que a palavra “coworking” tenha sido usada pela primeira vez no ano 2000 por Bernard DeKoven, um desenvolvedor de jogos dos Estados Unidos que vinha estudando a relação entre tecnologia e trabalho. À época, o estudioso cunhou o termo para explicar o conceito de profissionais diferentes trabalhando junto, sem fazer qualquer referência aos espaços físicos em si – naquele tempo, a internet ainda era uma coisa muito nova e a mobilidade no mercado de trabalho quase inexistia.

Os escritórios compartilhados de fato só surgiram alguns anos depois, em várias partes do mundo ao mesmo tempo (e sem nenhuma ligação entre eles). Um dos pioneiros foi o Schraubenfabrik, construído em 2002 a partir de uma antiga fábrica em Viena (Áustra). No entanto, este local e alguns outros parecidos criados na mesma época não usavam o termo “coworking” para se definir, ainda que tivessem todos os elementos para isso.

O primeiro espaço compartilhado denominado coworking só surgiu em 2005, quando o programador americano Brad Neuberg criou um novo local de trabalho coletivo, o San Francisco Coworking Space. Ele trabalhava em diferentes projetos e queria um lugar estruturado e menos solitário do que sua casa, então alugou parte de um sobrado e sublocou para outros profissionais como ele. Em pouco tempo, o espaço ficou pequeno, levando-o a fundar o The Hat Factory, um novo local todo dedicado à essa demanda.

No mesmo ano, em Londres, também surgia o primeiro The Hub, escritório compartilhado que se transformaria na primeira franquia global do tipo no mundo. O próprio Hub, aliás, acabou abrindo uma filial em São Paulo em 2007, tornando-se o primeiro coworking do Brasil. Desde então, o número de espaços compartilhados só cresce, atingindo o auge histórico em 2019, quando foram catalogados 1.500 espaços por todo o país.

COMO O COWORKING PODE AJUDAR A SUA EMPRESA?

Migrar seu espaço de trabalho para um coworking oferece inúmeras vantagens, que variam de acordo com as características de cada tipo de trabalho ou empresa. No entanto, algumas delas são comuns a todos, como a economia proporcionada pelo compartilhamento dos custos e a versatilidade de contratação de serviços e espaços.

Em uma unidade própria, você é obrigado a fazer, entre outras burocracias, a gestão de aluguel, condomínio, água, luz, telefone, internet, ar condicionado, impressoras, mobília e funcionários de manutenção, o que não é necessário quando se contrata um espaço compartilhado, onde os custos são divididos e a gestão totalmente terceirizada.

Além disso, coworkings são flexíveis ao extremo, uma vez que você pode contratar quantas horas ou estações de trabalho, salas de reunião ou serviços quiser. Com isso, você tem mais tempo para se dedicar ao que realmente importa: o crescimento da sua empresa!

O QUE A OFICINA OFERECE?

Na Oficina Coworking, por exemplo, fomos além e criamos a solução Team Rotation, que permite gerenciar a rotatividade dos colaboradores, combinando trabalho presencial com home office de forma eficiente e econômica. Na prática, o serviço permite que a empresa cadastre mais colaboradores do que posições contratadas, possibilitando que parte do time se reúna presencialmente.

Além disso, também oferecemos a solução Home to Office, pensada principalmente para autônomos e freelancers. Nesta modalidade, estes profissionais podem ter uma mesa dedicada para usá-la apenas quando necessário, sob demanda, sem a necessidade de contratação por longos períodos.

Aliás, profissionais que adotaram definitivamente o home office e sentem falta de alguns recursos típicos de escritório (telefone, correspondência, endereço fiscal etc.) podem optar pela solução Escritório Virtual, no qual o coworker tem acesso a eles mesmo sem ter uma posição definida no espaço.

Essa praticidade e economia faz com que o coworking seja a opção mais eficiente para o seu negócio, especialmente no futuro pós-pandemia. Afinal, espaços compartilhados reduzem drasticamente os custos e as preocupações com a manutenção de um escritório próprio, permitindo reinvestir os recursos em profissionais qualificados ou em ferramentas que otimizem o trabalho e gerem novos negócios.

Para saber mais sobre estes e outros serviços da Oficina Coworking, entre em contato conosco.

Texto: Julio Simões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Olá!

Fale com a gente pelo WhatsApp clicando abaixo ou entre em contato pelo contato@oficinacoworking.com.br

× Como podemos te ajudar?